fbpx

Nós, da Learne, estivemos presentes na cobertura do Afiliados Brasil 2018, Congresso e Feira de Marketing que aconteceu de 24 a 26 de maio de 2018, em São Paulo. No último dia de palestra, o advogado Renan Gallinari discorreu sobre chargeback.

De uma forma ou de outra, o chargeback está sempre relacionado a uma fraude. Quem compra ou é vítima ou é o fraudador, essa é a ideia principal. Dentre outras palavras, o chargeback é o estorno devido.

O consumidor tem por direito se arrepender de uma compra em até sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço.

Como prevenir a fraude (chargeback) ?

É interessante que exista uma análise, mais elementos que aumentem a segurança contra uma venda fraudulenta. Crie seus próprios protocolos de segurança. Se uma pessoa compra o mesmo produto diversas vezes, por vezes seguidas, algo está errado. Avalie cada transação.

Sofri o chargeback. O que fazer?

Em primeiro lugar, leia os termos de uso dos produtos, tenha sempre um plano para aprender a lidar com essa situação.

Após identificar a chargeback, encontre o pedido referente a fraude tente resolver o problema ou ao menos entender o ocorrido. Aposte sempre em uma resolução amigável, investiga e previne-se.

Como reaver os valores perdidos no chargeback?

Deveria existir um mecanismo de protocolo da defesa para chegar o mais próximo da verdade possível, no entanto, o vendedor só consegue provar a venda quando é oficializada. Nada traz total segurança, pois o mecanismo que existe é falho, nada dá total segurança para todos os lados. Não existe regulamentação, mecanismos transparentes de segurança.

Atualmente, os casos de chargesback não estão indo tanto para justiça, como deveriam. Não é algo tão comum ainda usar a justiça para resolver esses problemas. O Brasil só perde para China em transações fraudulentas.

As impressões da Learne sobre chargeback

Pensamos que existem formas de inibir o chargeback que podem ser muito mais baratas do que o valor do estorno quando ele acontece. Primeiro é necessário fazer a integração do sistema de envio de encomendas com a plataforma que está sendo utilizada. Assim fica fácil para o suporte da plataforma identificar se realmente o produto foi enviado e se o endereço da então “vítima” bate com o proprietário do cartão.

Essa é uma das funções que temos dentro da plataforma Learne. Quando é feita a integração com o sistema Notazz, nós da Learne recebemos o código de rastreio da sua venda ficando mais fácil o controle das vendas fraudulentas.

Em um segundo momento achamos extremamente necessário adotar as seguintes ações:

  • Enviar um SMS para o telefone informado no ato da compra para confirmar a transação;
  • Fazer uma ligação gravada para o telefone informado no ato da compra para confirmar a transação, caso o SMS não seja respondido e vice-versa;
  • Antes de terminar os 7 dias de prazo de devolução inicial do dinheiro, segundo o código de defesa do consumidor, enviar por e-mail, SMS ou telefone uma pesquisa de satisfação para o consumidor, sabendo os pontos positivos e os negativos do uso do produto. Repetir o mesmo procedimento antes de findar os 30 dias da garantia incondicional.

Em um terceiro momento, no qual o consumidor solicitou o chargeback:

  • Todo ponto de contato com esse consumidor ter a ligação gravada, conforme os grandes call centers já fazem;
  • Informar sobre o artigo 299 do código penal, que se aquela informação de chargeback for falsa o consumidor que está tentando lesar o produtor pode responder criminalmente.

Gostou das dicas? Continue nos acompanhando, queremos que você venda e aumente sua lucratividade.

Turbine suas vendas com a learne

Related Post

Deixe um comentário

Umanager Soluções em Pagamentos Online Ltda | CNPJ: – 20.428.841/0001-01 | Todos os direitos reservados.